domingo, 3 de maio de 2015

PF investiga João Santana por suspeita de lavagem de dinheiro


      A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o marqueteiro do PT, João Santana. A suspeita é que Santana tenha usado duas empresas para trazer 16 milhões de dólares de Angola para o Brasil em uma operação de lavagem de dinheiro em benefício do PT. O fato ocorreu em 2012 quando o marqueteiro trabalhou nas campanhas do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e do presidente de Angola, José Eduardo dos Santos.
      
       De acordo com a reportagem da Folha de São Paulo, a PF suspeita que o dinheiro que João Santana recebeu em Angola seja proveniente de empreiteiras brasileiras que atuam naquele país. Na campanha de Haddad o marqueteiro ganhou 36 milhões de reais, mas A parte do dinheiro só foi recebida após a eleição. A dívida de 20 milhões de reais com o marqueteiro foi transferida para o PT que para quitá-la pagou por meio das empreiteiras.

Postar um comentário