sábado, 21 de fevereiro de 2015

Revelações de Ricardo Pessoa podem demolir de vez a imagem de Lula, Dilma, Dirceu e outros


       Atormentado pela possibilidade de pegar uma pena dura no caso do Petrolão, o engenheiro baiano e presidente da construtora UTC, Ricardo Pessoa, quer fazer delação premiada. O empreiteiro, que era coordenador do cartel de empreiteiras no esquema de corrupção da Petrobras fez chegar até a revista Veja um resumo das revelações que o mesmo pretende fazer caso seu pedido de delação premiada seja aceito:

1) O esquema organizado de cobrança de propina na Petrobras foi montado em 2003, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, então amigo do empreiteiro. O operador era o tesoureiro do PT Delúbio Soares, réu do mensalão.

2) A UTC financiou clandestinamente as campanhas do hoje ministro da Defesa, Jaques Wagner, ao governo da Bahia em 2006 e 2010. A campanha de Rui Costa, em 2014, também foi financiada com dinheiro desviado da Petrobras.

3) A empreiteira ajudou o ex-ministro e mensaleiro petista José Dirceu a pagar despesas pessoais a partir de simulação de contratos de consultoria. Dirceu recebeu 2,3 milhões de reais da UTC somente porque o PT mandou.

4) O presidente petista da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, sempre soube de tudo.

5) Em 2014, a campanha de Dilma Rousseff e o PT receberam da empreiteira 30 milhões de reais desviados da Petrobras.

6) O suposto ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ciente de que Pessoa estava prestes a denunciar Lula, Dilma e Dirceu, procurou os advogados do empreiteiro, e o acordo de delação premiada que ele negociava com os procuradores da Operação Lava Jato foi suspenso.

Fonte: Blog do Felipe Moura

Postar um comentário